quinta-feira, 4 de março de 2010

Leandro, um menino de 12 anos, em desespero, despiu-se e suicidou-se!

MP já está a investigar morte suspeita de aluno - Portugal - DN
Quanto desespero sentiu esta criança!? Quanta ajuda lhe poderíamos ter dado?! E pensarmos que o poderíamos ter salvo apenas com algumas palavras, alguma ajuda!
Será que algum actor educativo daquela escola estará a pensar assim? Ou o refúgio do desconhecimento, de outras prioridades, outros objectivos, vai servir para desculpar e desculpabilizar? O que estarão a sentir?
Parece-me um caso a ser bem investigado. Há muitas informações que não batem certo. Sim, esté é um assunto que deve ser debatido na comunicação social porque a sociedade não vive só da política e há factos sociais que podem e devem ser bem tratados e abertamente divulgadas as causas.
O bullying não é tratado pelas escolas! Sim!
Os executivos esquecem-se que nas escolas o mais importante são as crianças, depois os alunos, depois ...as pedagogias, as didacticas...
Quando entram nas instalações escolares estão sob sua responsabilidade!
Quando se detectam problemas têm que existir recursos não docentes e docentes com TEMPO para lhes dar atenção e para os tratar!
As desculpas são sempre os papéis, a burocracia, etc, mas isso não é toda a verdade!



1 comentário:

Austeriana disse...

É, de facto, revoltante. Também acabei de ler a notável crónica de Manuel António Pina, no JN, a este respeito.
Perpassa, cada vez mais, um sentimento de impunidade totalmente insuportável e que urge mudar. Mas a tutela parece que não entende.

Abraço.